Conheça-te a ti mesmo

 

Muitas das experiências que a gente vive são esquecidas com o passar do tempo. Lembro que em 2010 eu fui a Porto Alegre para o Fórum Social Mundial. Lembro das pequenas viagens para assistir às palestras, dos temas, mas, do conteúdo em si, se não fosse o caderninho de anotações que guardei no fundo da gaveta, as lembranças seriam ainda mais vagas. 

Como alternativa para que as minhas lembranças não caíssem no esquecimento, nem mofassem no fundo do armário é que eu criei um blog. No decorrer dos anos, ele foi se tornando algo muito mais voltado à maneira como ajudo as pessoas a comunicarem seus próprios projetos, do que de fato para falar sobre minhas experiências pessoais. Ele virou um braço direito que me ajuda a mostrar para as pessoas um pouco da minha história desde quando saí do mundo das agências e virei autônoma. 

Criar o próprio jeito de trabalhar é um desafio que ultrapassa as barreiras do certo e errado e acredito que o momento de crise que estamos vivendo é reflexo da insatisfação de muitos com a relação de poder que as empresas estabelecem sobre nós, com a hierarquia e com tantos processos burocráticos que não nos deixam sair do lugar. 

Como hoje em dia todas as coisas relacionadas à minha vida pessoal e profissional se misturam, não tenho muito como tratá-las de maneira isolada. Tanto desejei que fosse assim que, resolvi criar um projeto pessoal onde eu pudesse aplicar minhas habilidades profissionais e assim, conseguir unir o útil ao agradável. 

Quando se começa um novo projeto, porém, várias questões vêm à cabeça. E mesmo com tudo ainda muito embrionário, nos deparamos com a necessidade de dar a ele uma vida online, para que ele de fato seja lançado ao mundo. Se isso não acontece, parece que ele não saiu do armário, não é? Entretanto, a pergunta da maioria das pessoas, é: como fazer isso?

De tanto conversar sobre esse assunto em meus workshops, me veio a ideia de criar um material com algumas dicas para ajudar quem está precisando de um help para se comunicar no mundo virtual, mas não sabe muito bem como. O e-book Manual de Identidade Digital: o que você precisa saber para criar o seu é um material feito para te ajudar entrar em contato com sua identidade para que você possa se conhecer melhor. Só depois disso, você conseguirá se expressar de forma autêntica e ser visto e lembrado pelas pessoas que precisam de você. Meu intuito não é te dar as respostas, mas te oferecer caminhos para que você as encontre sozinho.

A internet é uma ferramenta poderosíssima que nos coloca em contato com vários dos mundos que nos identificamos. E ela nos dá um presente valiosíssimo que é a interação. Ao expor nossa opinião, abrimos o leque de possibilidades de nos conectar com quem pensa igual a gente. E claro, com quem precisa da solução que a gente oferece.

Porém, com tanta informação circulando de maneira instantânea, se não existir clareza, fluxo e profundidade, é possível que o seu conteúdo caia no esquecimento das pessoas ou que eles acabem mofando no fundo do armário, como os nossos caderninhos de anotações. E como já dizia Goethe: "Quando o interesse diminui, com a memória acontece o mesmo". 

No próximo mês, darei o curso Criando o meu manual de Identidade Digital para quem quiser criar uma base para se comunicar de forma consistente e estratégica. Serão 4 encontros, feitos para quem é autônomo, conhece os seus produtos e serviços e precisa de auxílio para dar vida àquele projeto que está parado. Se é o seu caso, te ajudarei a tirar as ideias do papel, organizar sua rotina de divulgação e criar disciplina para se comunicar constantemente de forma autêntica.  

Para baixar o e-book, vem cá

E para saber mais informações sobre o curso, aqui.

Beijos!

 

 

 
Mayara CastroComment