M

muito prazer

 
 

Sou jornalista e locutora de formação, empreendedora de coração e viajante por natureza. Nômade digital fascinada em ajudar pessoas, protagonistas de grandes ideias, a estruturarem os seus negócios criativos e a conquistarem o seu repertório de conteúdo na internet.

 
 
 
 

É curioso pensar que...

a confiança antigamente era algo que construíamos através das relações locais e, que hoje, de certa forma, estamos voltando para esse lugar, mas de outro jeito. Antes, a grama do vizinho era servida de alimento. Vinha das suas plantações a cura e a prevenção de várias doenças e, em troca, ele também poderia usar a nossa quando bem entendesse. Depois as relações foram se institucionalizando, as cidades lotando e o jardim virou elevador. Junto com essa solução pronta, também vieram os bancos, os enlatados, os remédios a falta de tempo e de interesse pela simplicidade da vida, afinal, melhor confiar nas prateleiras do mercado do que no próprio solo. 

Percebo que hoje as relações estão em processo de mudança e, claro, as cidades refletem todas elas. Percebo um consumo aberto ao novo, mas que preza pelo simples, pelo essencial, pelo humano. E a confiança volta a acontecer entre pessoas. Hoje, não importa se você está aqui ou do outro lado do mundo. O que importa é como você pode ajudar a fortalecer o que mora dentro de você. E é por isso que a gente se conecta.  

Prazer, eu sou a Mayara, comunicadora por vocação, viajante de coração, apaixonada por pessoas protagonistas de ideias transformadoras. Minha missão de vida é fortalecer as relações humanas, começando por fortalecer a minha relação comigo mesma. 

Se eu não me permitir olhar para dentro para descobrir quais são as minhas necessidades, por menores que elas sejam, não crio oportunidades de criar a realidade que desejo.

O mundo é grande, diverso, inquieto e avassalador. Se transforma a cada instante. O ontem é base, mas só se sustenta se o hoje der continuidade. Sem sustentação, o amanhã não existe. 

Queria eu domar o mundo com minhas próprias mãos, mas decidi começar domando a minha própria vida, que já não é pouco. Ajudar outras pessoas a tomarem as suas próprias rédeas e fazer com que elas ajudem outras pessoas a partir de suas entregas é o que eu chamo de evolução.

Sigo mapeando solos férteis e levando o tempo como grande maestro.

 
IMG_9569.jpg